.



A JUSTIÇA PORTUGUESA PROTEGE A PEDÓFILIA?

Várias vezes dou comigo a pensar como é possível que o processo Casa Pia não ande nem desande e que os pedófilos e abusadores de crianças tenham, em Portugal, castigos tão leves para crimes tão pesados!...
Ainda há dois dias o Correio da Manhã noticiava que um pedófilo, que durante 12 anos cometeu 89 crimes sexuais contra crianças, filmando alguns dos crimes, foi condenado a prisão perpétua no Reino Unido.
O tribunal considerou Anthony Barron um “predador perigoso”.
Igual pena de prisão perpétua foi aplicada, em Janeiro deste ano, a um cidadão brasileiro, o mineiro Juarez Carlos de Souza, de 50 anos, que vive nos EUA desde 2004, e que molestou sexualmente a vizinha de 11 anos, na cidade de Fort Pierce, no estado da Flórida.
Estes são apenas 2 exemplos ilustrativos que me ocorrem.
Aqui em Portugal os abusadores ficam em liberdade e são condenados (quando são) a penas leves. Não tenho conhecimento que se lhes faça qualquer tratamento e/ou acompanhamento clínico e as vítimas, na maior parte dos casos, ficam entregues à sua sorte. Os traumas dos abusos e das violações, com que terão que viver para o resto da vida, recaiarão sobre si próprias e sobre uma sociedade que fechou os olhos e se tornou conivente. Mas será essa mesma sociedade que apontará o dedo a esta vítima, se ela enveredar por um comportamento desviante, censurável e incómodo esquecidos tempos de silêncio culpado perante a dor, a revolta e a solidão.

8 comentários:

ALEX disse...

Infelizmente a justiça portuguesa protege a pedofilia. O caso Casa Pia é bastante emblemático e significativo. Cattalina Pestana falava num autêntico terramoto. Mas depois de 3 AVC´s e uam vez afastada do processo deixou de incomodar. Houve vítimas mas não há culpados. E se houver alguma condenação é só para servir de bode expiatório.

Pascoalita disse...

Só a PEDOFILIA? Quem acreditar nisto, das duas uma: ou anda distraído, ou pouco atento.

"Houve vítimas mas não há culpados."

Ora aí está! Tenho dito esta frase "n" vezes. Vítima, parece que ninguém duvida que exitem; agora culpados já é outra conversa.

Mentiroso disse...

Não há lugar a qualquer tipo de admiração sobre este caso. È apenas um caso como qualquer outro quando se trate de proteger a canalha mafiosa de políticos & amigos e de garantir a sua impunidade. Aliás, por outro lado também, que esperar da justiça portuguesa, quando sabemos que os juízes são parte da geração que tudo abandalhou e que disso tem orgulho?

Respondi ao teu comentário, que agradeço, mas sem e-mail no perfile é impossível avisar-te pelo Blogger.

Cajó disse...

Mas claro que a justiça protege a pedofilia!!! mas não é só a justiça, os meios de comunicação tambem! recentemente perto de Guimaraes, dois homosexuais (um feliz casal) violaram um miudo, resultado: Nada, nada... noticias poucas, .....

turbolenta disse...

Pedófilos....Casa Pia...
O caso vai morrer assim. A pouco e pouco,deixou de se falar.Ninguém sabe como está o processo...Coitadinho de pessoa tão ilustre como o sr.Carlos Cruz...uma injustiça! ...passeia por onde quer...nem pulseira tem. Pode fugir à vontade! Até tem alojamento de borla no Brasil(em casa da filha e ex-mulher).
Quantos anos já passaram?
Quanto tempo esteve preso?
Quando saiu até teve honras de reportagem (filmada em terra e ar)...
Ainda vão ver a sentença:
"Pena de prisão: X anos....Como o tempo se vai arrastando, quando a sentença for lida, todo o tempo passado conta como tempo de prisão e...o "santinho" , afinal pouco tempo teve de "grelha".
Ora isto é justiça?
Será que não há provas?
Em Portugal não deve haver.
Não convém.
Provavelmente haverá muito mais gente "importante" a navegar no mesmo barco!...sendo assim...é melhor morrer tudo em "águas de bacalhau".
Mas se fosse nos E.Unidos, ai eu vos garanto que já estava tudo resolvida há muito...
E , no final, como os "pedófilos santinhos" não vão ter culpas nenhumas....ainda vão receber chorudas verbas a atribuir pelo governo, por danos morais causados.
E ainda vão para o céu todos, porque sendo santinhos, têm asas e voam.
Já disse mais que devia!

martelo disse...

pergunto-me várias vezes quando haverá realmente coerência e isenção, mas com rigor e não se vislumbra resposta.

António de Almeida disse...

-Dou como exemplo em matéria de justiça os Estados Unidos. Michael Jackson foi acusado depois do caso Casa Pia, e já está absolvido há imenso tempo. Não estou a apreciar o mérito da sentença, não tenho dados para a apreciar, estou a constatar a demora dum processo judicial.

suruka disse...

Infelizmente é verdade.