.



FINITUDE



Os homens perdem a saúde para juntar dinheiro, e depois perdem o dinheiro para a recuperar. Por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem o presente, de tal forma que acabam por nem viver no presente nem no futuro.
Vivem como se nunca fossem morrer e morrem como se não tivessem vivido...

Confúcio

37 comentários:

avelaneiraflorida disse...

Como a sabedoria , tão verdadeira, é tão dificil de ser entendida pelo ser humano!!!!

Gostamos muito mais do imediato, do consumo desenfreado...não é preciso pensar!!!!!!

Bjks

keila, a Loba disse...

Seu blog ostenta a alma de um grande idealista. É verdade? Espero que sim; e que, assim sendo, nos conte muitas histórias sobre a vida e suas estradas.

BeijUivoooooooooossssss da Loba

NINHO DE CUCO disse...

Finitude....Lembra o poema de Luís Borges "as bigornas e os crisóis da tua alma trabalham para o pó e para o vento". Só que nós não nos apercebemos disso esbanjando o tempo em coisas comezinhas.

Fernanda e Poemas disse...

Olá obrigada pela visita ao meu cantinho .
Fiquei a conhecer o teu e adorei!!!

Beijinhos

CORCUNDA disse...

Este Confúcio era um autêntico sábio, uma outra figura que admiro profundamente (até lhe dediquei um post lá para o início do meu blog). É extraordinário verificarmos que apesar da distância temporal e de tantas mudanças na sociedade desde então, as teorias dele continuam actualizadíssimas como se vivesse no tempo presente.
Não é à toa que milhões de chineses continuam a seguir a sua filosofia de vida e com tão bons resultados.
Outras religiões (podemos considerar o Confucionismo também como tal) não conseguiram atingir os seus propósitos tão bem quanto esta conseguiu e criar e cimentar valores humanos e interiores de paz, harmonia e respeito como o Confucionismo.
Abraço do Corcunda.

NÓMADA disse...

Confúcio era um sábio.Nós morremos sem ter vivido porque vivemos a morrer. Engeitamos o presente atrás de um dia que não vem, procuramos longe o que muitas vezes temos perto e fazemos da insatisfação um aliado perigoso.

migvic disse...

Pensei que tivesse sido o Dalai Lama o autor da frase.

Estou confúcio.

Carol Ferreira Pinto disse...

Eu também pensava que esse pensamento era do Dalai Lama... Seja como for, é absolutamente verdadeiro. Daí que eu diga a todos os meus amigos: façam como todos os ex-dependentes e vivam um dia de cada vez! Eu, por circunstâncias da vida, aprendi a viver assim. E acho que só ganhei com isso!

SILÊNCIO CULPADO disse...

Estas frases são de Confúcio.
Efectivamente os conceitos aqui expressos já foram mais ou menos ventilados por outros autores. O próprio Bocage o fez.É natural que Dalai Lama também o tenha feito.

ALEX disse...

Está aqui uma verdade absolutamente indiscutível: as pessoas não têm sabedoria para gerir o tempo e encontrar a verdadeira vida. Vão sempre atrás do que não têm como se tivessem tempo para tudo.

antonio disse...

Se escutassemos os outros, viveriamos mais... tanto dialogo surdo que anda por aí!

GIL disse...

A ideia de finitude pode ser positiva e pode ser negativa. A ideia que tudo é transitório pode ser contraproducente e desmotivadora mas também se pode dar a inversa e aproveitarmos melhor o tempo atendendo a que o tempo é fugaz.

sveronica disse...

E nem as sábias palavras de Confúcio serviram de alerta!

beijos

SILÊNCIO CULPADO disse...

Nada serve de alerta quando o homem está cego, surdo e mudo perante o que o rodeia. Os bens materiais são os valores que norteiam a maioria. Por eles abdicam de amores, de paixões e até da tranquilidade espiritual. Confúcio sabia o que dizia.

irneh disse...

Só percebemos isso geralmente quando já não há volta atrás. depois, levamos o resto da vida a lamentar o passado e sem forças para o futuro.

Beijinhos

Quint disse...

Não há serenidade para viver o tempo que passa...

Cristina disse...

Nem preciso dizer mais nada. Adorei o que li...

Obrigado pela visita :)

Bjs

Boris disse...

Confúcio era um sábio e os sábios dizem muitas vezes coisas muito simples e muito comuns que a nós só nos parecem extraordinárias porque não sabemos reflectir sobre o que nos acontece. Mesmo quando parecemos orientados somos a maior parte das vezes um barco à deriva.

Sol da meia noite disse...

E deviam parar um pouco e pensar que quem tudo quer, tudo perde...
Mas não, vive-se num constante atropelo...

Beijinhos!

sol poente disse...

A ambição e o egoísmo atiram o homem para situações anti-vida. Ele consome-se na procura de se elevar acima dos demais e com tal preocupação nem chega a ser ele próprio.

Alexandre disse...

Palavras sábias! Nada melhor que ir vivendo a vidinha sem grandes percalços e sem ambições desmesuradas - a felicidade é relativa!

Muitos beijinhos!!!

C Valente disse...

A sabedoria não tem tempo nem lugar, sempre acertado
saudações amigas

DS disse...

Palavras sábias!
A nossa insatisfação crónica leva-nos a viver dessa forma.
Há que aproveitar cada momento!

Teresa Durães disse...

(por essas e por outras que sou uma pelintra e só vou ao médico quando é MESMO necessário eheheh)

mas o que gosto mesmo é viver o aqui e o agora. sem muitos apegos

Pascoalita disse...

Uma constação fácil e verdadeira que já matutava no cérebro do sábio Confucio eheheh

Na verdade, perdemos imenso tempo da nossa vida com futilidades e nunca ou só mto tarde, percebemos o que é verdadeiramente valioso.

o guardião disse...

A arte de saber viver a vida, num mundo ideal.
Cumps

JOY disse...

Obrigado pelo seu elogio ao meu blog e permita que lhe diga que fiquei fã do seu , depois desta troca de simpáticos galhardetes e referente ao seu ulimo post infelizmente eu gostaria de ser capaz de viver um dia de cada vez mas esta maldita presão que o dia a dia nos coloca em cima não deixa que isso aconteça ,provavelmente a culpa ´será minha, não que eu queira ou viva a pensar na riquza mas as contas e responsabilidades a cada fim do mês estão bem presentes não nos deixando tempo para usufruir com toda a planitude do bom que é a vida com mais ou menos dinheiro. Espantoso que este pensamento de Cunfúncio tenha chegado até ao nosso tempo tão actual.

JOY

C Valente disse...

Saudações amigas

alexandrecastro disse...

uma verdade tão antiga....mas sempre actual. beijinho

O Profano disse...

Eu tento viver como se não houvesse amanhã...

abr...prof...

MIMO-TE disse...

Vim seguindo a minha intuição e fis bem. Muinto interessante, chego a pensar que aprendo muito mais nestas buscas do que somente dando asas à minha mente para uma qualquer escrita no meu blog.

Tão óbvio e tão difícil colocar em pratica, assim vemos como somos simplesmente humanos e com tão pouca sabedoria!

Simplesmente...Joana disse...

trabalho.... trabalho... e mais trabalho... Nada de viver... E quando se "dedicam" a viver, ja não teem tempo...

Sábias palavras

Beijooo

Até já!**

Crítico disse...

Se já Confúcio o dizia, como é que ainda não fomos capazes de aprender?!

SIMPLESMENTE.... C disse...

Adorei!!!
Abracinhos..

J.G. disse...

Um dos pensadores mais inteligentes que conheço. um espírito superior.
Publiquei um dia um escrito sobre a sua figura num blogue que já terminou - O Arauto. Tinha artigos muito longos e ninguém os lia...

Gostei! Como gosto sempre das verdades simples que fazem meditar.

Abraço e obrigado pela visita ao Sino da Aldeia.

Joshua disse...

Faz falta lembrar esta verdade todos os dias. Todos os dias devem ser celebrados com os amigos!

7 Pecados Mortais disse...

Confúcio, expressa uma das frases que mais identifica o actual estado das coisas. Imaginaria ele que no futuro tal expressão se entregava tão bem ao perfil? Ninguém é louco por acertar num possível futuro, apenas ter bom senso e rodar os olhos sobre o Mundo em que vive. Todos contribuimos para esta situação e Confúcio também. Depois desta expressão tem que se exprimir outra, que não vem desculpar o estado actual das coisas, mas, sem melhor opção é a que se aplica: "Errar é Humano, Humano é aquele que admite o erro". Cumprimentos.