.



CASO MADDIE - GONÇALO AMARAL DEMITIDO. POR SER SINCERO? POR SER INCONVENIENTE?


O caso Madeleine tem feito correr muita tinta e gerar muitas acusações nomeadamente sobre o trabalho dos media. Pessoalmente é minha convicção que apesar dos disparates e dos exageros, é sempre preferível que a verdade seja apurada. E só é apurada quando há pressão sobre a investigação. Porque o que conta aqui não é o aspecto mediático propriamente dito. O que conta é o percurso de certas crianças e ao que estão sujeitas e uma justiça e uma investigação que são completamente distintas para os pobres e desprotegidos e para os ricos e influentes. Este caso revolta-me de sobremaneira exactamente por isso. E o mal não é só português...

Gonçalo Amaral foi demitido pelas declarações que prestou. Ninguém deve ficar indiferente a isso. Passo a transcrever local do DN sobre essas mesmas declarações.


"A polícia britânica tem estado unicamente a trabalhar sobre aquilo que o casal McCann pretende e lhe convém." Foi num tom explosivo e revoltado que o coordenador da investigação sobre o caso Madeleine, Gonçalo Amaral, comentou em breves declarações ao DN a notícia publicada ontem em vários jornais ingleses. Esta notícia dava conta de um e-mail anónimo enviado para o site oficial do príncipe Carlos, que acusa uma ex-empregada do The Ocean Club de ter raptado a menina de quatro anos, por vingança para com a administração do aldeamento, situado na Praia da Luz, depois de ter sido despedida."Essa situação está completamente posta de parte, não tendo qualquer credibilidade para a polícia portuguesa", afirmou ao DN o responsável pelo Departamento de Investigação Criminal (DIC) de Portimão, para quem os seus colegas ingleses "têm vindo a investigar dicas e informações criadas e trabalhadas pelos McCann, esquecendo-se que o casal é suspeito da morte da sua filha Madeleine"."Essa história do rapto por vingança é mais um facto trabalhado pelos McCann", acusou Gonçalo Amaral, frisando que o The Ocean Club "está situado na Praia da Luz e não em Londres, o que significa que tudo o que diga respeito ao aldeamento e respectivos funcionários (actuais ou ex) já foi ou está a ser investigado pela Polícia Judiciária". "Não é um e-mail, ainda por cima anónimo, que é fácil de saber de onde partiu, que vai distrair a nossa linha de investigação", frisou aquele responsável.Gonçalo Amaral, antes de estar no DIC de Portimão, esteve na Directoria de Faro da PJ, sendo responsável sobretudo pelo combate ao tráfico de droga.A posição do coordenador do DIC de Portimão da PJ vem, aliás, ao encontro das declarações prestadas ao DN pelo presidente da Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal (ASFIC), Carlos Anjos, que acusa Gerry e Kate McCann de, "ao anunciarem diariamente um facto novo, pretenderem distrair e atrapalhar a investigação". Para aquele responsável, tal como o DN noticiou, "os McCann iniciaram uma campanha de descredibilização da polícia portuguesa quando esta apresentou a tese da morte da menina, substituindo, assim, a do rapto, que muito lhes convinha". "Enquanto subsistiu a tese do desaparecimento por suspeita de rapto, a PJ era uma companhia muito agradável para o casal. Quando as coisas mudaram e passou a haver a tese da morte, mudou radicalmente a postura dos McCann, os quais, aliás, nunca ajudaram nem facilitaram, desde o princípio, a investigação".De resto, em finais de Agosto, princípios de Setembro, poucos dias antes de Gerry e Kate terem sido constituídos arguidos, por suspeitas da morte por negligência da sua filha Madeleine, um alto responsável da Judiciária proferiu o seguinte comentário: "Depois de termos comprado uma guerra com os media britânicos, agora estamos a comprar outra com a polícia inglesa."

Fonte: DN 02-10-07

16 comentários:

NÓMADA disse...

Para mim estamos perante um caso O.J.Simpson. Quem pode manda.

avelaneiraflorida disse...

António Aleixo é que nos deixou bem avisados!!!!

Ainda não aprendemos!!!!

Fernanda e Poemas disse...

Olá, grata pela tua visita ao meu cantinho.
O texto que transcreves e o tema, como diz o povo tem pano para mangas.
Minha querida, uma bela noite de sonhos.
Beijinhos!
Fernandinha

migvic disse...

O responsável pela investigação foi demitido mais pelo mau trabalho que chefiou até á data do que pelas declarações.

Se a investigação chegou á conclusão que o casal é culpado da morte da filha, foi ele o primeiro a ser ludribiado pelo casal, deixando a cena do crime ser contaminada e por causa disso não conseguir provar a acusação.

Esta acusação começou a ganhar consistência por indicação da Policia Britânica que ele agora desdanha.

Estas palavras vieram por a nú, aquilo que atravès de um suposto "segredo de justiça", se andava a tentar encobrir:
- O total desnorte que foi esta investigação, cheia de falhas e incoerências.

Ao por o dedo na ferida, toda a instituição da policia Judiciária foi posta em questão.

Foi preciso limpar a cara.

Silencio, estás chateada comigo, por algum motivo especial ou apenas por aquele motivo que eu estou a pensar?

João Rato disse...

Aparentemente o homem falou demais, sendo parte responsável na boa ou má investigação que foi feita.
Mas simpatizo com a sua intervenção na parte que toca a partir loiça:
Basta de tradicional e secular reverência para com os ingleses!

Quintarantino disse...

Se era necessário mais evidências, ei-la: este caso é mesmo muito estranho. E com muita jogada subterrânea.

António de Almeida disse...

-Também me pergunto se não estaremos colocados perante um Ultimato Inglês versão 2007. Se tal acontecer é grave, se condicionarem as nossas polícias um atentado à nossa soberania.

Crítica e denúncia disse...

Este caso ainda arrepia meu irmão silêncio culpado e sinto tanta tristeza quando leio. Afinal, a polícia portuguesa tem feito o que pode e o que deve ser feito. Parabens pelo que tem feito e quem sabe uma luz se abrirá em breve para botar fim nesta discordância que angustia a todos. Alda

C Valente disse...

Desculpa mais telenovela não
da criança já ninguem fala ,
saudações amigas

O Embaixador disse...

Portugal está sempre a baixar as calças... e depois admiram-se.

Dalaila disse...

Eu já não consigo, suportar esta história é de um mediatismo, que me assusta, e de uma benevolência e complacência aos ingleses brutal.

Não tenho opinião, sobre este caso...há tantas, em qualquer esquina!

Tiago R Cardoso disse...

Volta-se a esquecer a criança.
O sr. o que falou pode muito bem ser verdade, mas na posição que ocupa não devia ter ido tão longe nas afirmações, é claro que de ve ser frustrante fazer uma investigação sempre pressionado e caluniado, o importante é que fosse realmente encontrada a criança, viva ou não é preciso que se acabe a investigação, indo até ao fim, doa a quem doer.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Pois para mim este caso tem apenas duas linhas de orientação que me preocupam e que são a razão de eu ter decidido dar destaque a um assunto sobejamente comenta. São elas:
1)A situação de crianças que, mesmo em classes altas, poderão estar sujeitas a sevícias e a maus tratos;
2)A justiça feita com base no capital económico e social que influencia os media e a investigação.
Por estes dois pontos é fundamental perceber o que se está a passar.

fotógrafa disse...

Oa MacCann, estão a deitar areia para os olhos de todos, e especialmente para a policia portuguesa....
Mas é assim, nós somos terceiro mundistas, na visão dos subditos de sua magestade...
espero que a policia portuguesa faça o trabalho que lhe compete bem,sem mais pressões, e depressa, para demonstrar aqueles que para cá vêm passar férias, que não somos parolos....

Perdido disse...

Na minha modesta opinião estamos perante mais um acto de submissão humilhante à imperial e colonial majestade britânica.

Infelizmente não somos a Jóia da Coroa, somos apenas o país africano mais próximo da Albion.

Viva o IRA!

Vicky disse...

have u got any doubts that the free masons were behind this case? occult societies like to abuse children in many ways. jerry is a close friend of of gordon brown, himself a mason. nothing that they said matches, but usually when someone is close to the truth (goncalo amaral), some masons r very fast in creating a disruption ou accusation, supported by other prominent masons . we've got them in portugal, u know? jose manuel durao barroso is one of them. through one of his former ministers, carlile company (yes, the bush one) got a contrat with a huge gaz company, in portugal. no wonder he was asked to leave the portuguese government, when he was, actually, the portuguese prime minister. and as u can see very well, he's taking a major role in helping the elite establishing the future new world order.
poor goncalo amaral was just too close to the truth and had to be aliminated and discredited.
now, who do u think it's behind the newspapers, tv channels and all important media? have a good think !!!