.



UMA MISERICÓRDIA DE LUXO?

Num País com mais de 2,5 milhões de pessoas a viverem no limiar da pobreza, e problemas sociais profundos, a Santa Casa da Misericórdia renega toda a sua filosofia de ajuda aos mais carenciados ao encarar a possibilidade de adquirir um edifício, na zona prime da expo, com vista para o Tejo. O superavit que só em 2004 atingiu os 16 milhões de prémios não reclamados não justifica este esbanjamento que choca.
É que enquanto acontecem casos, como os exemplificados neste sítio, (veja-se o tempo de espera dos doentes oncológicos, o caso do menino azul, o desespero de trabalhadores que não recebem salário, etc.) a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa está em negociações para adquirir um imóvel de luxo no Parque das Nações com 10 mil m2 e valor de negociação a rondar os 50 milhões de euros.
Espero bem que o bom senso prevaleça e que as vozes discordantes sejam a maioria. A Santa Casa tem sido uma referência para todos nós na sua missão de altruísmo e boa vontade. Se não sabe o que fazer a tanto dinheiro arrecadado há imensas causas, em Portugal, a necessitarem de apoio. E há soluções dignas como alternativa às instalações do Príncipe Real que não passam por esta afronta!
fonte: Portugal Diário

3 comentários:

ALEX disse...

Parabéns por todo este blogue e por todos os casos que aqui são referenciados. Realmente não dá para crer! Parece que daqui para o futuro já nem se pode dizer a ninguém: "olha que eu não sou a Santa Casa da Misericórdia"!

Boris disse...

Estou admirado com o que aqui se diz! E há 16 milhões de euros em prémios que não foram levantados e isto só em 2004!Porque é que a Santa Casa não põe esse dinheiro ao serviço de infra-estruturas sociais de que estamos necessitados? Francamente!

PTT disse...

Boa tarde.

Parabéns pela postagem. Vou referencia-la no meu bolg.

Abraço