.



A VERDADE DE TODOS NÓS

Por pretender romper o silêncio culpado vou ilustrando este blogue, conforme posso, com casos que me suscitam questões de fundo nas pesquisas que vou efectuando.
Procuro colocá-los em "estado virgem", isto é, não os condicionando com visões políticas ou ideológicas que tornem redutora a sua apreciação. E tenho aprendido imenso com muitos comentários que aqui têm sido produzidos. Porque a verdade não é só uma mas aquilo em que cada um acredita. E se cada um transmitir ao próximo aquilo em que acredita certamente que não o ferirá e contribuirá para o enriquecimento de um património comum de solidariedade e de justiça social.

17 comentários:

quintino disse...

Continue, meu caro, continue. Todos somos poucos. Essa é que é essa!

C Valente disse...

Gostei dessa afirmação, assim nos entendemos, o caminho é em frente
Saudações amigas

NÓMADA disse...

Adorei esta mensagem. Detesto pessoas que impõem uma certa maneira de ver as coisas.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Não podemos ficar indiferentes quando tudo à nossa volta está a desmoronar, quando as injustiças sobem de tom e quando os políticos falam em nome do povo sem sequer pensarem nesse povo mas tão somente nos privilégios que irão ter quando forem eleitos.

ALEX disse...

É fundamental a denúncia. É fundamental que se páre, escute e olhe para que não se seja trucidado.
O trabalho deste blogue, com pouco tem ainda de vida, é perfeitamente espectacular. E revela que por detrás dele está alguém com uma consciência social muito activa. Por isso força e em frente.

NINHO DE CUCO disse...

Temos que juntar as peças e não perdermos a capacidade de discernimento. Tem aqui um grande trabalho de pesquisa e um espaço de opinião notável.

sol poente disse...

Ainda bem que não partidarizas. Eu vou a muitos blogues que me parecem interessantes e que até têm umas críticas bem feitas e pertinentes mas são de tal forma tendenciosos do ponto de vista partidário que eu arrefeço logo o entusiasmo.

M.M.MENDONÇA disse...

Como diz o meu amigo C.Valente em frente é que é caminho.

Pascoalita disse...

De facto, não podemos e nem devíamos nunca ficar indiferentes. O nosso silêncio denuncia-nos e acusa-nos!

Mas, no me diz respeito, já tenho a minha quota parte de agir só contra tudo e todos e já colhi os fruos, por sinal bem amargos, desse facto!
Desde miúda que ouço dizer que "a união faz a força"! Continuo a acreditar nisso, mas na incapacidade de mobilizar gentes para a luta em grupo contra a injustiça e o abuso de poder, parti para a passividade.

1 beijo e votos de sucesso em todas as áreas

Dalaila disse...

Rompe, grita, sussurra, escreve, levanta, e tudo o mais, estaremos cá para questionar, para comentar, para falar, discutir, mas principalmente conhecer.

Miguel Ângelo disse...

O caminho faz-se andando...qualquer coisa como isto. Mas, na verdade, devemos expressar aquilo que nos vai na alma, embora possa ferir susceptibilidades ou interesses. Penso que este blog, apela indiscutivelmente à reflexão nos tempos que correm. Parabéns. Um abraço cordial e sincero.

7 Pecados Mortais disse...

É mesmo assim meu amigo, como digo no meu blogue, devemos falar sempre sobre os acontecimentos mundiais aos acontecimentos pessoais. Levantar questões, desabafos, dar ideias e sugestões. E como refiro também
concluindo esta participação, a amizade é o valor mais rentável que o homem tem. E aqui estamos a ser amigos. Bem Hajas!

ALEX disse...

Quando perdermos a capacidade de questionar perdemos a capacidade de sermos dignos.
Este blogue é um bom passo no sentido da dignidade.

M.M.MENDONÇA disse...

Este é um espaço de reflexão onde não só encontro postagens de muito interesse como comentários de grande nível.

GIL disse...

É preciso que haja quem evidencie as situações que não estão correctas para que elas possam ser corrigidas. Este blogue tem tudo o que precisamos para uma boa reflexão. Assim se queira.

Boris disse...

Temos que unir esforços para não sermos engolidos por uma globalização desumana e fracturante e por um governo, ou governos, que pouco ou nada se interessam pelos reais problemas da população.

suruka disse...

É bem verdade
acabei de reflectir.